Je suis Mundo

Adoro viajar… Prefiro viajar a vestir roupa de marca ou usar cosmética XPTO ou comer em restaurantes muito sofisticados (apesar de gostar muito de o fazer). Tenho de priorizar e com uma família numerosa, muito!

Para além disso, tenho medo. Tenho medo, não por mim (também por mim) mas pelos meus filhos. Receio que eles tenham de viver num mundo onde não é seguro passear numa noite de verão, andar de transportes ou viajar em mais de metade do planeta.

Sei que não podemos deixar o medo nos consumir. No entanto, não é assim tão simples! Quando se deu a queda das Torres Gémeas, comecei a ter medo de andar de avião. Não deixei de andar de avião mas sou das que tem suores frios e palpitações até estarmos no ar e depois de mão dada a viagem toda… Sem tentar demonstrar aos filhotes!

Agora Nice, Wurzburg… Síria, Bagdad, Nigéria, Turquia, Estados Unidos… A minha pergunta inicial é:

Como podemos proteger quem amamos sem nos fecharmos numa redoma?  Como podemos viver assim com medo? Hoje Nice, amanhã Faro?

O segredo está na juventude. Em criar gerações de jovens com objetivos e possibilidades de sonharem e conquistarem o mundo de outras maneiras. O caminho para este fim é, para mim, desconhecido. Outro caminho é aprender a viver em medo mas sem quebrar os nossos hábitos. Como se diz em bom português: Meia bola e força, esperando que corra tudo bem. O terceiro, que não é caminho nem ponto de partida nem de chegada, é fecharmo-nos em casa, esperando que consigamos sobreviver!

Podemos ser o mundo e podemos tentar ultrapassar os nossos medos! Votos de um mundo melhor a todos os terráqueos…

Advertisements

One comment

  1. Eu também adoro viajar, e quanto mais o faço mais sítios quero conhecer.
    Tento não toldar a minha visão pelo medo, mas às vezes é difícil. Com um filho a caminho, concordo que é nossa obrigação cumprir a nossa parte no que diz respeito a estas crianças que serão o futuro.

    Beijinhos e boas viagens 🙂

    Like

%d bloggers like this: