Tudo o que quiseres

Este romance (thriller-erótico) de Sara Fawkes é um bom livro de verão para relaxar a mente. A história é em si, na minha opinião, surreal mas os livros da coleção azul da minha avó também o eram e, segue o mesmo padrão destes, em que a “rapariguinha” era alvo de interesse de alguém mais rico, mais poderoso, só não tinham aquela parte da bolinha.

Em termos pessoais, gostei mais da parte da sub-história, do rapto, da família dele.  Na parte erótica, não era muito diferente de outros que li. Gostaria de poder ler os seguintes pois a história fica a chorar pelo próximo para podermos perceber seja o que for…

Aqui fica a sinopse:

O trabalho temporário de Lucy Delacourt na Hamilton Industries não é propriamente o seu emprego de sonho, mas dá para pagar as contas. Ultimamente, o ponto alto da sua rotina é encontrar todas as manhãs no elevador aquele atraente estranho. Alto, moreno e inacreditavelmente sexy, Lucy sabe que ele pertence a um mundo que não é o seu, mas sonhar não custa, certo? No entanto tudo muda no dia em que aquele homem imobiliza o elevador e a seduz sem pudor. Lucy, surpreendendo-se a si própria, entrega-se sem dar luta. Mas não tem ideia que aquele ato libertino com um homem, cujo nome desconhece, vai mudar a sua vida para sempre. Tudo porque aquele estranho não é nada mais nada menos que o milionário Jeremiah Hamilton, CEO da Hamilton Industries. Os encontros repetem-se porque Jeremiah é um homem sedento de prazer e de poder. À medida que o milionário insere Lucy no seu mundo sombrio de negócios milionários e aquisições implacáveis, exige a completa submissão daquela rapariga que se entrega sob o lema de «tudo o que ele quiser». Mas mesmo quando os inimigos procuram uma vingança mortal contra Jeremiah, Lucy descobre que o seu maior medo é apaixonar-se pelo seu chefe… e ceder aos seus próprios desejos obscuros e fantasias.

in Bertrand Livreiros

Advertisements

One comment

  1. […] um livro quente. Como vêem tem bolinha no canto por isso… CUIDADO! Aqui fica o que achei de Tudo o Que Ele Quiser. Se mesmo assim quiserem ganhar o livro, têm […]

    Like

%d bloggers like this: