Pokémon Go, Geocach e outras Aventuras em Família

A possibilidade de viver uma Aventura em Família não requer somente de audácia, astúcia, abnegação (ou dedicação), atenção, amor … só para referir algumas das primeiras palavras do grande dicionário da família. Das pinturas nas paredes, corte de cabelo (só do lado esquerdo), hora das refeições, passando por banhos “piscina”, quartos com brinquedos por todo o lado (onde está a cama?), até ao “Aquilo era uma criança nua a correr pela casa?”: viver em família é uma aventura, todos os dias.

A par de uma família, uma aventura requer tempo, disponibilidade, mente (menos) ocupada … tudo o que não conseguimos combinar (totalmente) ao longo de um ano. Com as férias à porta, projetos por realizar, sonhos por concretizar, viagens por realizar e aventuras por encontrar/procurar. Com os nossos jovens, os Billy the Kid, Jack Sparrows ou Indiana Jones, as idas aos museus, parques, passeios … as saídas em família sempre foram uma aventura.

Pokémon Go: objetivo para estes pistoleiros é apanhar pequenos monstrinhos. Basta terem um Smartphone com sistemas iOS ou Android para capturar e/ou colecionar Pokémons nas ruas, estabelecimentos ou parques para (brevemente) os trocarmos com os outros jogadores.

Geocach: objetivo destes piratas é a (natural) busca do tesouro. Seguindo as indicações (percurso, adivinha ou pista) com qualquer dispositivo GPS os Cachers devem estar também munidos de uma caneta (escrever o seu nome e a sua experiência no livro de registo) e de um pequeno “tesouro” para deixar (no mesmo local) em troca/no tesouro encontrado.  

Outros Aventuras em Família: temos um país rico em história, dificilmente será possível encontrar um lugar ou lugarejo sem um herói (navegador, conquistador, mecenas), edifício típico (espigueiro, moinho,  torre, castelo), marco pré-histórico (anta, sepultura antropomórfica, mamoa), ex-libris (rabelo, moliceiro, instrumentos), tradição (arte xávega, salinas, dança) ou curiosidade local “Qual é a sorte de encontrar três estabelecimentos na mesma rua com os nomes Tabacaria Havanesa, Tasco Beirão e Retrosaria Algarvia? Hilariante!

Procurem no posto de turismo o que de mais atrativo, histórico e fotográfico existe … turistas por um dia, óculos de sol, câmara fotográfica, boné, calçado confortável e todo o tempo do mundo para desfrutar mais um dia com a família. Uma ida ao parque nunca mais se resume a um simples passeio pelo corredor central, atrás de cada arbusto pode encontrar-se um Pokémon, Cache ou Aventuras em Família. Mais importante  ainda:  divirtam-se.   

Advertisements
%d bloggers like this: