Filho sofre, mãe sofre

Finalmente, o nosso C., o mais novinho foi para a pré. Na semana passada, começou com a sua nova turma e adorou. Ele é o tipo de menino que adoro os pais mas adora estar fora de casa. A frase preferida dele é: Onde vamos?

E assim, temos de ir sempre a algum lado. Neste últimos dois anos criámos rotinas de saídas a dois, a três, a quatro… para que o menino não se sentisse claustrofóbico em casa. Muito saudável, raros foram os dias em que esteve com um bocadinho de febre.

Na sexta começa com algum muco, seguido de tosse, transformando-se em febre ontem À noite!Hoje cá ficámos os dois, de manhã a três, e apesar dos seus 38 de febre, só se ouvia, onde vamos? Posso ir andar de bicicleta? Quando o papá chegar posso sair com ele?

O que vale é que não se queixa para tomar a medicação e quer ficar bom depressa para poder voltar a brincar com os amigos. Esperemos que fique bem depressinha pois mãe sofre a ver os filhos doentes!

Advertisements
%d bloggers like this: