Engrenagem – Soeiro Pereira Gomes

Soeiro Pereira Gomes é um dos meus escritores preferidos. A sua escrita é um testemunho fundamental para compreendermos as mudanças sociais na primeira parte do século XX. Esteiros, Refúgio Perdido e depois Engrenagem obrigou-me a refletir no passado, presente e futuro de Portugal. Crescemos tarde, sem reflexão e considero que parte dos problemas que vivenciamos hoje em dia estão ligados a estas questões. 

Esta obra sobre a mudança de um passado agrícola para um futuro industrializado, onde os mais pobres e com menos educação são os que mais sofrem. São as peças substituíveis da engrenagem. No séc.XXI será ainda tão diferente?

Não é fácil comprar a obra de Soeiro Pereira Gomes hoje em dia mas se puderem comecem com Esteiros  e continuem que penso que poderão gostar.

Podem ler a sinopse retirada daqui:

engrenagemÉ em Engrenagem que o estudo da evolução da consciência social dentro das condições determinadas de trabalho, de relações de produção e de luta de classes, adquire proporções e uma profundidade nunca atingidas na literatura portuguesa. Aí a obra de Pereira Gomes é radicalmente revolucionária, veio abrir novos caminhos. É como se um laboratório (mas laboratório da vida) submetesse à experiência a consciência social de pessoas que, de súbito, entram num ambiente de trabalho que inteiramente desconheciam – o das relações de produção industriais.

                                                                       Augusto da Costa Dias

Advertisements
%d bloggers like this: