Animais Noturnos

O complexo enredo deste thriller de Tom Ford parte do momento quando o nosso presente encontra o nosso passado e se reinventa numa dimensão literária que se encontra para além do nosso alcance. Confusos? “O que poderia ter feito?”, “Como teria sido?”, “Se não tivesse enveredado por este ou outro caminho…” finalmente, como Amy Adams relatou a respeito da mensagem “como as nossas ações influenciam a vida das outras pessoas”.

animaisAmy Adams, com um arrebatador papel como Susan Morrow e Jake Gyllenhaal, numa impávida personagem, faz como que se o papel de ambos tivessem sido feitos de propósito para eles, desempenhando ambos personagens, os seus dramas e terrores.

Animais Noturnos” ou Susan Morrow é a personagem reconciliadora entre passado, presente e romance literário. Centrado em algo muito mais importante do que lamentar o que perdemos no passado, o seu ex-marido, Edward Sheffield (Jake Gyllenhaal), apresenta as consequências destas ações, no que nos tornamos e como a vida a partir “da morte” poderá ser.

Não é um filme “usual”, vive muito da imagética e cria um ambiente peculiar. Se gostam de thrillers, é um filme a ver!

Advertisements

One comment

  1. Antes desta “review”, li outra em que diziam que o formato do filme se sobrepunha ao conteúdo. Seja como for, tenho muito interesse em vê-lo 🙂

    Liked by 2 people

%d bloggers like this: