Dr. Strange

Finalmente fui ver Dr. Strange. Com o meu pai, em época de testes, uma ida a ver a minha personagem preferida dos estúdios da Marvel! Passado tanto tempo, pude ver uma das personagens mais poderosas em ação, dado que Thanos ainda está a caminho.

Devo começar por referir que adorei todo o filme, sendo os efeitos usados nele incríveis. Este filme é fiel (se olharmos com atenção) à parte da magia dele, embora a história dele seja muito variada.

Eu, por exemplo, tenho comics onde ele combatia na 2ª Guerra Mundial, num castelo Nazi, onde se percebeu que Hitler era um peão de Dormammu, que o havia ajudado a derrotar os seus inimigos.

Mas aqui está mais ou menos fiel ao que é comum em todas as comics dele. Ele é um feiticeiro treinado por monges. E torna-se o mais poderoso dos feiticeiros, treinado pelo antigo mais poderoso dos feiticeiros.

Deixo aqui apenas dois avisos: a cena habitual de Stan Lee não vai ser algo que estão a esperar naquele momento, e é hilariante. E não se esqueçam: duas cenas pós créditos. Um filme fantástico, onde os efeitos especiais fazem a diferença entre o mundo real e a magia.

As personagens são fascinantes, dando óbvia superioridade a Strange, as cenas finais basicamente explicam tudo o que poderão ser filmes a seguir este e as suas personagens. Tudo pronto para Infinity War?

Advertisements
%d bloggers like this: