Feliz Dia do Pai

E para os que não têm pai? Raramente, não há uma figura paterna mesmo que não seja o pai. Há um avô, um tio, um amigo, um padrasto, um homem que apoia neste dia, entre todos os outros dias. Há aqueles cujos pais já faleceram e este dia passa a ser um misto de alegria e de tristeza. Pais há muitos e este é o dia deles! Independentemente do tamanho, cor, feitio ou da forma como se tornou pai, é aquele que ama e cuida.

E para os que têm pais? Em primeiro lugar, falemos com as mães! Os pais servem para mais coisas que jogar futebol. Quando o meu marido leu a publicação  sobre ele na semana passada, referiu algo muito interessante: os pais têm de poder ser pais.

Lembro-me quando o nosso J. nasceu há 15 anos que algumas amigas e família achavam estranho eu permitir que ele cuidasse do filho. Dávamos-lhe banho e depois ele vestia-o enquanto eu tomava banho, depois de deixar de ser amamentado era o pai que lhe dava o biberão e ainda hoje é ele que lê aos filhos (neste caso porque lê em alemão). Assim foi ao longo dos anos e têm uma relação muito boa! O pai é o seu herói, sem ser super!

Cada vez há mais pais presentes na vida dos filhos. O seu estilo é diferente do nosso. Mesmo nós, que somos Mata-Esfola, temos estilos diferentes. Principalmente, no que diz respeito a falar… Eu falo, falo, falo… e ele está mais calado. Como imaginam, há dias que eu digo 20 vezes para arrumar o quarto e o pai só precisa de dizer uma…

Ter um pai presente influencia a saúde e o desenvolvimento das crianças segundo um estudo recente, cuja notícia podem ler no Sapo Lifestyle. Aproveitem os pais que vos rodeiam e sejam felizes! Adobe Spark (10)

 

%d bloggers like this: