Dia da Mãe – Quando somos sanduíche!

Dia da maeEste é o primeiro dia da Mãe em que não temos avós para partilhar este dia. De repente, sou o fiambre no meio da sanduíche, sou aquela que é mãe e filha ao mesmo tempo. Até agora, tínhamos as bisavós, as avós, eu (a mãe) e os filhotes para podermos partilhar este dia e esbatia-se a centralidade entre mim e a minha mãe!

Neste domingo, o nosso dia da mãe será menos rico mas, no entanto, dia de celebrarmos este momento. Sinto-me cansada de procurar um programa especial para todos e que pudesse ser partilhado, entre os 5 e os 60, sem dar cabo do meu orçamento familiar e agradando a todos.

Tenho três filhos enérgicos que, de manhã, precisam de sair de casa e arejar um pouco. A minha primeira opção foi pensar num brunch em família. Os rapazes apreciam a variedade de escolhas dos brunches e pareceu uma escolha lógica. No entanto, pela pesquisa efetuada, pensar em seis pessoas a pagarem entre os 15 e os 45€ torna-se um pouco dispendioso, mesmo sabendo que é um serviço de qualidade.

Parece-me que irei optar por um brunch low cost mas uma manhã enriquecida… Um magnífico piquenique matinal num espaço bonito, onde as mães podem conversar, os filhos brincar e o pai tomar conta! Depois disso, aproveitar o facto de ser o primeiro domingo do mês e visitar um museu, programa que todos gostam, mesmo o adolescente!

Vou pedir ajuda para fazer o piquenique, preciso de fazer uma boa lista de compras com várias opções deliciosas e esperar que o sol brilhe! Já tenho a prenda da minha mãe e, no sábado, os filhotes vão preparar a surpresa para a avó! Vai ser um dia bonito e partilhado mesmo com quem já não está fisicamente entre nós!

Quais são os vossos planos para este dia?

Advertisements
%d bloggers like this: