Acordar ao pé do Mar

Viajar na Campervan foi o realizar de um sonho de família. Para além de ser partilhado por todos, ajudava-nos a acordar e adormecer a ouvir e a cheirar o mar e isso é mágico… Já falámos na semana passada sobre a campervan na publicação SOBREVIVER NUMA CAMPERVAN: 5 PONTOS IMPORTANTES, mas hoje vamos falar do nosso trajecto pela costa Alentejana até ao Algarve.IMG_20170707_091212_777

 Saídos de Lisboa rumámos até à Comporta, pois a mãe é fã daquele mar tropical e daquelas praias lindas, onde fizemos um piquenique para comemorar as nossas mini-férias.IMG_20170707_210027_049

Pensámos em dormir na Praia da Aberta Nova mas o facto de não ter mais autocaravanas deixou-nos, newbies, um pouco apreensivos. Mas a praia em si é maravilhosa e pretendemos voltar num futuro próximo!

Acabamos por ir dormir à Lagoa de Santo André. Este lugar é muito especial para nós, pois foi onde passámos a nossa Lua de Mel – Parte I. A Parte II foi num interail pela Alemanha com um grupo de amigos… Foi uma noite sossegada com um grupo simpático de outras caravanas. Na manhã seguinte percebemos que todos tínhamos cães! Será que é comum?

IMG_20170630_115538

Depois de uma bela manhã de praia, fomos almoçar até Porto Covo. Parámos na Praia grande e fomos procurar um restaurante. Acabámos por ir a um escondidinho cheio de habitantes locais que já não tinham mais nada senão frango assado… Entre o frango e as sobremesas foi excelente!

 

Daí partimos para o Algarve. Entre Menirs, praias e Figueiras fomos fazendo brincadeiras, cantando e até houve tempo para a sesta. Chegados à Praia da Boca do Rio, mais um local maravilhoso onde pensávamos dormir, deu-se o inesperado. A luz das águas ligou-se e tivemos que ir descarregar… Newbies!

O local mais próximo era Sagres, no Intermarché, para onde nos dirigimos e lá fomos tratar das águas… Sempre a aprender. Terminámos a noite na Fortaleza de Sagres. A não esquecer: Vento, Vento, Vento! Passámos pela Praia da Mareta e fomos dormir à praia da Ingrina que fica num local escondidinho e meio paradísiaco… Foram dias bons de mar e sol e vento!

O tempo estava a começar de se esgotar e tivemos de voltar a subir. Primeiro, ainda passámos por Lagos, onde conhecemos um  novo amigo. IMG_20170702_111314IMG_20170702_112314

Quisemos ir comprar pão ao Rogil e almoçar na Praia dos Mil Homens. Vale a pena o desvio e aqui também seria um sítio a explorar melhor e durante mais tempo!

IMG_20170702_133759

Antes de entregarmos a nossa Campervan, rumámos até à Fonte da Telha, onde jantámos umas belas iguarias num dos bares da praia e assistimos ao pôr do Sol. Na manhã seguinte, foi só atravessar a ponte e entregar a menina sã e salva.

IMG_20170702_205738_1

Seguiram a nossa aventura no Instagram?

Advertisements

One comment

  1. […] Autocaravana significa mobilidade. A Autocaravana é um carro com camas, casa de banho e uma cozinha, isto é, uma casinha móvel que nos permite transportar, acomodar a família e evitar o tempo de espera até (finalmente) ler a ementa ou (simplesmente) pagar a despesa (e todos os extras). A ideia de “passear” de autocaravana passa pela liberdade de acordar com os primeiros raios solares no sopé de uma montanha oualbufeira, passar manhã frente a uma praia paradisíaca ou à margem de um rio com água convidativamente cristalina; almoçar próximos do centro histórico ou um parque com atividades para todos; lanchar enquanto exploramos,passeamos ou visitamos um local; preparar o jantar admirando o por do sol e uma paisagem exuberante que nos espera no dia seguinte. […]

    Liked by 1 person

%d bloggers like this: