O nosso Faísca voltou a casa

Não sei se se lembram mas perdemos o Faísca no verão, no norte de Espanha. Falei disso algumas vezes e partilhei nas redes sociais, q.b..

Descobrimos que procurar um gato perdido, principalmente sem termos a certeza da zona onde saiu, é como procurar uma agulha num palheiro. Descobrimos que, no facebook, as associações tentam dar apoio a donos que procuram os gatos e vão partilhando as nossas publicações e que são muitos. O poster do Faísca, mesmo sem recompensa, correu Espanha e muitos amigos e amigas, virtuais ou não, partilharam pelo mundo.

Do nosso lado, não deixámos de enviar emails aos veterinários locais, às instituições, associações e até à Repsol para divulgar o desaparecimento. No caso da Repsol, porque essa tarde visitámos umas 20 repsol ao longo da estrada, à procura de uma botija especial para a autocaravana que só conseguimos comprar pela noite. Pensámos que teria saído algures nessa altura pois tínhamos de abrir a porta de trás e ele poderia ter-se esgueirado.

Descobrimos agora que não. Sua excelência, o gato, decidiu dar uma volta no último sítio antes de descobrirmos que tinha saído. Nessa noite, depois de horas à procura da botija, e sem jantar feito, uma vez que não tinhamos gás nem paciência, fomos ao McDonald’s de Santander. Aí, não se abriu a porta pois foi o pai que foi buscar o jantar. O pai só abriu a porta à vinda para distribuir e foi aí que se esgueirou.

Como já estava a ficar desesperada, decidi apelar igualmente às instituições de Santander e foi o que valeu. O nosso Faísca tinha sido resgatado cerca de uma semana antes. Andou mais ou menos 3 semanas na rua, estava super magro, cheio de pulgas, carraças, lombrigas e a vomitar. Como tem problemas de rins, já estava a ficar afectado.

faisca

Uma boa alma, que ia alimentando os gatos de rua, percebeu e contactou uma associação que o levou ao veterinário e depois colocou-o com uma senhora maravilhosa que o chamou de Cookie e que tratou dele. Se não fossem eles, o Faísca poderia não ter voltado para casa.

Por um acaso muito feliz, encontrei a associação Amigat Cantabria (façam like 🙂 ) e enviei o poster. Passado umas horas, recebo uma mensagem delas a avisar que um gato parecido tinha sido resgatado alguns dias antes. Como imaginam, ficámos muito felizes mas com algum receio que não fosse o mesmo. Fomos comparando dados – idade, sexo, datas e locais e tudo bateu certo.

Deram-nos o número da pessoa que resgatou e combinamos ir buscá-lo, assim que fosse possível para ambas. Passado 3 dias, lá estávamos nós a caminho! 800 km até Santander e depois mais 800km de volta! Com paragens pelo meio, dormidas em Santander e casa de família para não morrermos de exaustão pelo caminho, fizemos a viagem.

wp-image--643998235

Primeiro, temos de agradecer à família que o acolheu e o tratou como se fosse da família. Já lhe conheciam os truques, já tinham as pernas mordidas de amor, já tinham sido adotadas mas foram super queridas e devolveram-nos o nosso menino! Jantámos com elas, brincámos com os seus cães fofos e conversámos muito. Foi muito bom! Foram umas estrelinhas boas!

O Faísca estava ainda magrinho, com muitas feridas mas a recuperar muito bem. Nos primeiros dias, na viagem, parecia sofrer de stress pós-traumático, assustando-se com todos os barulhos, só querendo estar em sítios elevados e sempre a observar tudo. A primeira noite passou-a a mudar de cama em cama para poder estar um bocadinho com todos nós.

wp-image--375191186

Já em casa, dormiu quase 24 horas. Agora, já está mais relaxado, já brinca com todos e vem dar marradinhas a toda a gente. Escusado será dizer que estamos muito e muito felizes e achamos que ele também. Até ele e a menina cadela trocam mimos!

 

Lição que tirámos: o nosso amigo vai ganhar um chip! Para ser mais fácil encontrá-lo caso ele decida ir dar uma volta outra vez! Também vai passar mais tempo na caixinha de viagem (que ele detesta) para não conseguir escapar sorrateiramente do carro. E vamos dar-lhe montes de mimo pois le echamos de menos.

Advertisements

8 comments

  1. Paula Coelho · ·

    Que notícia maravilhosa 😄 agora menino Faísca toca a recuperar dessa aventura e nada de voltar a fugir 💗 fico muito mas muito feliz por o terem recuperado

    Like

    1. Muito obrigada… Nós também! Passado quase um mês já começava a temer o pior.

      Like

  2. Minha nossa! Que aventura…a do Faísca e o vosso resgate! Mas o que interessa é que é uma história com um final feliz eheh um beijinho

    Liked by 1 person

    1. Foi tão complicado e pior é ver, nos perdidos, que tantos donos procuram os seus amigos peludos sem sucesso 😦

      Like

  3. Oi que legal o nome do gato eu conheco um cachorro com mesmo nome haha legal.

    Like

    1. Meu filho é fã de Cars da Disney. Cá em Portugal o carro vermelho principal se chama Faísca 😀. Como o gatinho foi presente de aniversário ele quis dar lhe esse nome 😻

      Like

      1. Que massa rs bjs💜💜💜

        Like

  4. […] Tivémos muita sorte, todos nós, quando no fim de agosto, ao entrarmos em contacto com uma Associação que ajuda animais e que tinha sido contactada por alguém a pedir ajuda para […]

    Liked by 1 person

%d bloggers like this: