Aos 42 anos a 6 minutos/km

Manter uma atividade física

Há sensivelmente um ano atrás quando tivemos a nossa primeira prova de estrada (Corrida Global Energy Bimbo 2016), nunca pensamos que iriamos gostar de correr: nunca tivemos resistência para além dos 400 metros, não dá para desfolhar um livro; torna-se difícil conversas se todos nos ultrapassam enquanto tentamos recuperar o fôlego; ouvir música, manter um ritmo, inspirar & expirar, passadas, balançar dos braços, manter os olhos & atenção na estrada, concentração & confiança … tantas atividades para serem desempenhadas, parece mais estressante do que divertido.

Quando éramos pequenos, a não ser que fossemos federados ou quando participávamos nos eventos propostos pelo desporto escola, não havia necessidade de andar a correr, nem para apanhar um transporte público (qualquer um atrasava-se para além do quarto de hora). Os nossos pais e os adultos em geral não dispunham de tempo nem das ofertas de que dispomos atualmente. Apesar de já existirem três ou quatro marcas do conhecimento geral associadas ao desporto (Adidas, Puma e Nike), não conhecíamos ninguém a abrir ou a trabalhar numa loja da especialidade (Sport Zone, Decathlon, Sports Direct). Atualmente conhecer alguém que não pratica ou realiza uma atividade física com alguma regularidade é bem mais difícil do que encontrar alguém que … anda de bicicleta, aprendeu a andar de patins, realiza caminhadas, participa em eventos de corrida, frequenta um ginásio, joga ténis ou paddel, encontra-se inscrito na natação, aprende uma arte marcial, faz parte da equipa dos casados ou da empresa, já não dispensa de um banho turco ou sauna no final de um dia de trabalho.

Passou um ano. Gostávamos de realizar longos passeios, ouvir música, tirar fotografias e explorar o mundo que nos rodeia: começamos a correr. Percorremos a Ponte 25 Abril (EDP Meia Maratona de Lisboa), o Campo Grande e as Avenidas Novas (Corrida Saúde + Solidária), juntámo-nos à nossa rádio (Desafio Rádio Comercial: ser o 38.º a cortar a meta), percorremos o passeio marítimo de Cascais (V & IV Corrida da CPLP Juntos Contra a Fome!), exploramos o Monsanto (Lisbon Eco Marathon, Corrida da Árvore & Correr em São Domingos com os Pupilos do Exército), Jamor (Glow Run, Vitalis 7K & Treino Solidário RUNning/PNMC), Autódromo do Estoril (1ª Corrida Rádio Comercial & Corrida Jumbo), Estádio Nacional (Challenge 3000 OZ Energia & Correr com os Campeões), o Parque das Nações (Corrida Solidária Refood), Oeiras (Marginal à Noite), Marvila (2ª Marvila Run) e a Baía do Seixal (Corrida da Festa). Até ao final do ano pretendemos ainda marcar presença (inscritos) na Corrida #BEACTIVE, Corrida Farmacêutica, Rock ‘n’ Roll Maratona, 5ª Corrida Montepio – Corremos Uns Pelos Outros, 7ª Corrida da Água, Meia Maratona dos Descobrimentos, o Grande Prémio do Natal e terminar o ano na corrida do São Silvestre.

É importante agradecer os treinos dos grupos Marcha e Corrida do Jamor e o Renault Run Club, que tanto nos estimulam a correr mais e melhor. Passado um ano, enquanto amanhã se realiza a edição 2017 da Global Energy Bimbo vamos percorrer o Tejo num dos mais antigos “passeios” de estrada: a paisagem convida, o convívio é de festa Corrida do Tejo 2017. Até amanhã!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: