Guest Post – Diamond – Sorrir é o meu lema de vida

Hoje a nossa convidada é a Beatriz, do blog Diamond Sorrir é o meu lema de vida e traz-nos um texto muito pessoal e muito profundo que decidiu partilhar connosco. Gostaria que lhe mostrassem todo o amor do mundo e seguissem o seu blog, a começar pelo facebook.

Um sorriso incompleto que se completou ..

Quis sorrir e falta algo em meu redor. Mas será que na verdade faz tanta falta assim? Para um coração marcado de dor e desilusão, pela qual tu provocaste com ou sem intensão,conseguiste deixar uma marca bem forte sabias?

Se calhar sabes, se calhar estás nem aí, se calhar nada te importa sem ser meramente o teu próprio umbigo. Na verdade, este meu coração destroçado pelo amor maior que alguma vez na vida se pode ter pois é dele que nós vimos ao mundo, encontra-se necessitado de afeto…daquele afeto somente possível dar por quem entende o que aqui escrevo, aquele afeto que traz conforto em simples palavras, aquele afeto não por ti trocado comigo, mas por outra pessoa que, neste momento, tomou o teu lugar, o meu amor maior, o rapaz capaz de me fazer sentir completa e sem necessitar a 100% de ti por perto.

Se dissesse que não te queria por perto? Não deixa de ser verdade, mas também é verdade que não passa da minha forma de ser e do meu coração destroçado por ti a tentar trazer ao mundo uma imagem durona e fria, como tu quando o assunto vens ao de cima.

Se me perguntassem se te ajudaria um dia mais tarde? Aí digo-te que não o farei, se me puderá doer na alma? Certamente e também poderá levar-me a demonstrar esse sentimento em forma de lágrimas a escorrerem pela minha face. Mas acredita não me sentirei de consciência pesada, sentir-me-ei de consciência tranquila!! Tranquila porque irás ver a forma como deixaste quem trouxeste ao mundo, irás ver a dor que deixaste em todos os que decidiste abandonar por motivos parvos.

Irás desejar uma mão de conforto dos que abandonaste, mas eu serei a pessoa a dizer-te que não me terás mais, como durante 8 anos da minha vida me tiveste. Provocaste muita dor, trouxeste a imagem de mim que eu nunca soube ter, é claro que doi, que é dificil por vezes falar de tal coisa, mas tornei-me igualmente forte capaz de derrotar os maus pensamentos. E as lágrimas que me escorrem pela face sempre que penso se alguma vez te irei ajudar? Como será no dia que partires? Serão as mesmas que sempre senti, de mágoa, de tentativa de ser forte e não conseguir, de te demonstrar tal como nós deixamos de existir para ti, tu nunca exististe para nós.

É cruel a forma como o escrevo e deves senti-lo tão cruelmente ao leres, deverás já saber a quem me refiro. Pois é, a figura maternal, que comigo e com os meus não foi a mais correta.  Muitas vezes fui-me abaixo, mas voltei a erguer-me. E hoje escrevi estas palavras, como já escrevi tantas outras numa forma de alívio e de deitar tudo cá pra fora e sentir-me capaz de amanhã acordar bem para um novo dia.

Sorri sempre. Essa é a parte mais linda do nosso corpo.
Não te deixes derrotar pelas negatividades. Supera-te, tu consegues!
Mil e um beijinhos!

child-355176_1920

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: