E assim foi, a nossa primeira date night fora de casa, com uma ida ao cinema para ver Três Cartazes à Beira da Estrada. Adoramos cinema e este era um dos filmes que queríamos muito ir ver.

Apesar de ter ganho o Golden Globe para Melhor Filme na categoria Drama, a verdade é que Três Cartazes à Beira da Estrada é, na nossa opinião, uma comédia negra. Passamos a primeira parte do filme a rir, pois contém um humor muito inteligente e uma ironia que não nos deixa indiferentes.  Frances McDormand recebeu o Golden Globe para atriz principal na categoria Drama, muito bem merecido e, caso não tenham visto o discurso nos Golden Globes, espreitem… Teve direito a apitos por falta de decoro e tudo (apesar de não o merecer). Sam Rockwell recebeu igualmente um Golden Globe como actor secundário na mesma categoria e desempenhou uma personagem muito interessante.

É um filme sem gente particularmente bonita mas real. Todas as personagens parecem autênticas, mesmo que a realidade seja menos divertidas. Woody Harrelson desempenha um papel curto mas muito eficaz e é muito bom ver Harrelson desde o Cheers até aqui.

Em relação ao filme, SPOILER LEVE, após o trailer (não revela o fim, nem pormenores):

 

Não é um feel good movie… É um ponto de interrogação. É o caminho percorrido por uma mãe zangada, muito zangada, que quer fechar o círculo de luto mas só o conseguirá se descobrir quem matou a sua filha. Para isso, tem de agitar a investigação um pouco e nada melhor do que três cartazes à beira da estrada questionando a atuação da polícia.

Todos os eventos que desenvolvem a partir desse momento, ajudam-nos a compreender melhor a teia de relações desta mãe. Separada, afastada dos filhos, trocada por uma mulher bem mais jovem, Mildred Hayes vai fazer tremer a pequena cidade onde vive.

Preparem-se para rir, chorar e questionar muito… Será esta a América que votou em Trump? Onde ficam as mulheres, os negros, os homossexuais e os mexicanos neste mundo?

Fica aqui o discurso de Sam Rockwell, ao receber o prémio, bem merecido!

Anúncios
Posted by:Silvia Reis

Former Higher Education Teacher, now working as a freelance translator and a full time mom...