O primeiro dia dos namorados que tivemos foi um delícia. Namorávamos há cerca de uma semana e levei o meu marido a uma atividade na escola de línguas que frequentava. A aula de alemão, dedicada ao São Valentim e aberta às cara-metades, foi maravilhosa. Jogos de compatibilidade, música, momentos divertidos… tudo o que uma aula de línguas deve ter mas mais ainda… ali houve um momento único nas nossas vidas.

No fim da aula, a professora chamou-nos e perguntou há quanto tempo namorávamos… 8 dias… Fica com ele para sempre, vocês têm uma química muito especial! E acabou a aula. Nós continuámos a noite com chinês, que se manteve como tradição tanto quanto possível!

Hoje, o dia dos namorados, para nós, é extensível a todos cá em casa. O jantar é especial para todos e todos receberam um coraçãozinho de chocolate e muitos beijinhos. Este dia faz sentido com os nossos filhos pois eles são a extensão do nosso amor e, para mim, o dia dos namorados é isso, uma celebração do amor.

Faz hoje nove anos que nos casámos (pela segunda vez e sem divórcio pelo meio) e, nesse dia, partilhamos o amor que sentimos com os nossos amigos e família. Foi um momento lindo, romântico e, acima de tudo, inesquecível.

Para mim, não tem que ser de profundo consumismo… Nunca foi nem nunca será! É, no entanto, um momento de amor! Esse merece ser celebrado todos os dias mas, como o natal, podemos fazer algo mais especial. Adoro o amor, amo o amor, celebro o amor!

amor dia dos namorados

Anúncios
Posted by:Silvia Reis

Former Higher Education Teacher, now working as a freelance translator and a full time mom...

2 replies on “Dia dos Namorados: Sim ou Não?

Os comentários estão fechados.