No ano passado, refleti um pouco sobre como seriam os meus 40. Não mudou muito de um ano para o outro… Mais um ou dois cabelos brancos, os kilos diminuíram ligeiramente mas as marcas de expressão aumentaram. Quem me manda rir com os olhos?

Os 41 são, por outro lado, uma marca muito importante dos meus sonhos de quando tinha 17 anos. Nessa altura, decidi que iria viver até aos 123 anos. Não se riam e, caso queiram ser mesmo mauzinhos, no dia do meu funeral deixem um tablet com esta publicação na cerimónia de despedida. Espero que sejam oferecidos a uma instituição que lhes dê bom uso e assim fizeram duas boas acções. Tentaram reanimar-me e ofereceram algo a alguém.

Porquê 123? Porque aos 17 anos, começamos a observar que estamos quase no fim do milénio e que se vivêssemos até aos 123 anos, passaríamos dois séculos e um milénio. Sem dúvida um grande marco, especialmente se não tivermos o cérebro em papa… Mas isso fica para outra história.

Assim sendo, cheguei finalmente a um terço da minha vida esperada e, como em qualquer momento fulcral na vida de uma mulher, isto merece uma reflexão. Gostaria de envelhecer de forma saudável e, para isso acontecer, sei que tenho que efetuar algumas mudanças a nível alimentar e em termos de exercício. Se irei conseguir fazer isso nos próximos 41 anos? Espero que sim, para que nos últimos 41 possa usufruir dessa disciplina.

Se irá acontecer ou não? Não sei e, no fundo, não interessa. O importante é estar na vida dos meus filhos enquanto precisarem de mim, mais além, se for possível. Ter qualidade de vida, passar tempo com amigos novos e antigos, virtualmente ou estar com eles e usufruir da sua companhia. Ter saúde e partilhar a vida que me resta, seja pouca ou muita, de uma forma positiva. Tentar ser melhor, sempre, todos os dias!

Ser feliz! Não é esse o objetivo da nossa liberdade? Para mim, ser feliz este fim de semana, foi poder comemorar o meu aniversário com os que mais amo, três dias depois de ter feito anos. Porquê? Porque foi o possível e é melhor que qualquer outro sonho!

felicidade, liberdade

Anúncios
Posted by:Silvia Reis

Former Higher Education Teacher, now working as a freelance translator and a full time mom...