Na senda da sustentabilidade – dar sabor às leguminosas

Na senda da sustentabilidade, encontrei um projeto muito interessante. Desde que começámos este ano temos tentado procurar pessoas inspiradoras e projetos inspiradores para nós e para os outros. Quero agradecer à Ana Sofia Martins, o nascimento desde projeto inspirador que vai mudando a vida de quem os rodeia, trazendo novas possibilidades de termos um planeta mais bonito e sustentável. Visitem o Mercado Natura no facebook e no instagram e, quando puderem, ao local físico 🙂

————————————————————————————————————————————–

Olá,
Começo por agradecer à Silvia esta oportunidade de falar um pouco do meu caminho ligado ao sustentável e também apresentar um projeto pessoal que está a nascer neste momento.
Os temas que podia falar são muitos mas vou-me focar em alimentação, e em particular de leguminosas, que se consomem muitas vezes enlatadas…. mas não é a mesma coisa que frescas…
Sabemos que os enlatados nos vieram facilitar muito a vida, são pequenas quantidades, já vêm cozidas, é só abrir, aquecer (se quiserem) e comer… Mais fácil é difícil…mas desde há cerca de 4 anos que deixei de os comprar, e porquê? Primeiro de tudo o sabor perde-se porque têm de se conservar de alguma forma…. E o preço não é elevado à unidade, mas se compararmos com as leguminosas secas sai muito caro… e com a família a crescer nessa altura, queria dar o melhor ao meu filho, tentar poupar a nossa carteira e também o lixo associado.
E por isso passei a comprar grão e feijão “secos” em sacos de 1kg ou 500g. Perde-se algum tempo a coloca-los a demolhar e cozer, mas é uma questão de organização.
Há cerca de 2 anos de meio, começámos a consumir produtos biológicos cá em casa, e aí entrámos noutra mudança de hábitos. Passámos de comprar leguminosas nos habituais supermercados, para procura-los em lojas especializadas, e sempre que possível a granel. Porquê? É simples, quando começamos a consumir produtos bio, o sabor dos alimentos renasce….é tudo mais intenso dos que os restantes produtos, e depois é difícil voltar atrás! Mas como os produtos Bio têm um preço mais elevado, comecei então a comprar a granel, e compro apenas o que sei que preciso e vou variando muito mais o tipo de cereais. Sim, porque a variedade de leguminosas bio é muito maior do que os que temos habitualmente nos supermercados.
E ligado a estas mudanças, e na necessidade de ter uma abordagem diferente aos produtos bio disponíveis ao nível nacional, seja alimentação ou roupa, nasce o projecto Mercado Natura, que é uma loja on-line com um vasto portfólio desde alimentação, decoração a roupa e calçado, que dará voz aos produtores nacionais, com a sua identificação, e trabalhando diretamente com eles.
Juntamos os nossos links de facebook e instagram, o site estará pronto muito em breve.
Links:
https://www.facebook.com/mercadonatura.pt/
https://www.instagram.com/mercadonaturas/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *