Este último mês de junho tem sido um mês de muito trabalho, profissional e como mãe, tentando conciliar o evento e as mil e umas atividades de fim de ano letivo de três filhos muito empenhados.

Foi igualmente desafiante o facto de o meu wingman, vulgo maridão querido, estar de baixa e não poder partilhar comigo estas tarefas acrescidas. Felizmente, com o apoio dos colegas e da família, tudo se realizou sem problemas. As equipas da Ucrânia e de Portugal foram incansáveis e fizeram um excelente trabalho!

Por cá passaram 30 músicos, oriundos de 16 países, realizando 12 ensaios abertos, 10 aulas abertas e 5 dias de masterclasses. Pudémos ouvir, de forma brilhante, composições dos mais importantes compositores de música erudita contemporânea e partilhá-la com público de vários países.

É maravilhoso quando temos o prazer de colaborar com tantos jovens (e menos jovens) brilhantes. Ainda agora brincava com a minha “parceira de crime”, como me sinto agradecida por poder estar com tantos grandes talentos. Este evento foi uma parceria do Festival DME com o Kyiv Contemporary Music Days.

Hoje terminamos com dois grandes talentos, Frederic Cardoso às 17.00 e Ana Telle Bereau,  de quem muito gosto, quer a nível musical como a nível pessoal, às 19.30. Se ainda não conhecem o Espaço Lisboa Incomum e o Festival Dias de Música Electroacústica, ainda vão a tempo! Hoje, o café ofereço eu! Para mais informações, podem espreitar na página do evento.

Anúncios
Posted by:Silvia Reis

Former Higher Education Teacher, now working as a freelance translator and a full time mom...

One thought on “New Music: Touchpoints

Os comentários estão fechados.