A Mamã é que sabe – A Encruzilhada da vida de um Professor

Hoje, alguns dos alunos ainda não têm professores. Alguns professores ainda não sabem onde e se irão leccionar neste ano lectivo. O êxodo dos professores começa em setembro e vai até julho, muitos ficando pendurados até ao início de setembro o ano seguinte.
Alguns dão aulas há 20 anos e não sabem ainda como será a sua vida. Os corajosos, que decidiram ter filhos durante estes 20 anos, sabem que terão de escolher entre meios horários perto de casa (se chegarem a meio horário) ou a possibilidade de um horário completo a 3, 4, 5 horas de casa.
No meio, o ministério pede sacrifícios, os sindicatos usam-nos como moeda de troca, as secretarias que efectuem o seu dever burocrático, os pais solicitam que sejam inspiradores, os alunos desejam que tenham paciência de Jó.
E assim vai o êxodo… Ah, e tal, têm imensos dias de férias! Não faço ideia, o meu marido tem os mesmos 22 que o resto do mundo, mas, aos fins de semana e mesmo nas férias, traz trabalho para casa… Este ano passou as férias a ler a nova legislação para melhor acompanhar os alunos.
Tenho tido muita sorte com os professores dos meus filhotes. São pessoas interessadas, humanas e, na sua maioria, inspiradoras. Ficaram em boas mãos. Também tivemos experiências menos boas (como em todas as profissões) mas, não me recordo nenhuma que peça que se mude de casa todos os anos, ou que se abandone a família, durante anos a fio, para poder prosseguir com um sonho ou uma vocação.
A estabilidade, e já nem me refiro à financeira, demora a chegar. Colegas com 40 anos que se estivessem à espera de ficar em quadro de escola para poderem criar uma família, estariam em maus lençóis em termos reprodutivos. Se quisessem comprar uma casa, se desejassem que o marido ou a mulher pudessem ter uma carreira com a sua companhia e apoio, se, se, se…
A todos os pais peço… Apoiem os professores dos vossos filhos! Eles passam quase (ou mais) tempo com eles do que alguns de nós. Compreendam o seu cansaço, o seu desalento. Eles querem o melhor para as nossas crianças e também necessitam de saber que nós, os pais, estamos aqui para ser pais e os apoiar.
Professores, sejam aquilo que nós não conseguimos ser na escola. Inspirem os nossos filhos, ajudem a que cheguem mais longe, a que criem vontade de aprender pelo prazer de aprender. Sem pensarem nos currículos ou na matéria mas apenas no puro prazer e tudo fluirá melhor.
Muito obrigada por tudo o que fazem pelos nossos filhotes! A todos, um excelente ano lectivo!
P.S.- para a semana temos um fim de semana prolongado! YEAHHH!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *