Uma Gaiola de Ouro ou o poder de (in)submissão

Uma Gaiola de Ouro

Uma Gaiola de Ouro é um livro sobre o poder feminino da primeira à última página. Camila Läckberg espelha bem a sua preocupação com a perda da emancipação feminina, ao adoptarmos padrões semelhantes ao de outras eras. É um livro a ler… mesmo pelas mães a tempo inteiro como eu!

Num dos últimos clubes de leitura a que fui, ainda na Feira do Livro de Lisboa, foi muito recomendado e não consegui resistir à tentação. Da Suma de Letras, Uma Gaiola de Ouro é um romance poderosíssimo sobre violência doméstica, submissão e anulação do eu e o conflito subjacente com a libertação, a criação de novos eu e a procura pela felicidade e (através da) vingança.

Temos Faye, uma mulher extremamente inteligente, fechada numa redoma por um marido perfecionista. Tudo é quase perfeito na sua vida! Até que, de repente, o seu mundo se desmorona e ela fica sem nada. É, nesse mesmo momento, obrigada a encontrar o seu eu e, pelo caminho, arquitectar uma dolorosa vingança.

Pelo meio, há homicídios, traições várias, planos sofisticados de vingança e grandes amizades. É interessante verificar a dicotomia entre as amizades na classe alta e as amizades que Faye desenvolve com Chris e com Kerstin. Läckberg escamoteia bastante a falsidade e o encobrimento patente numa sociedade onde o poder financeiro se sobrepõe a tudo o resto.

Não obstante, a forma como escreve o texto, ora no momento presente, ora em flashbacks à infância de Faye, é igualmente uma dura crítica aos olhos fechados de toda uma aldeia perante uma situação gravíssima de violência doméstica. E, essa realidade, ultrapassa ainda hoje barreiras geográficas, sociais e temporais.

Em relação à submissão e anulação do Eu, que vemos na primeira parte do livro, isto acontece… Não é necessário ser mãe a tempo inteiro. Quem nunca conheceu alguém que se transformou noutra pessoa para agradar ao companheiro ou companheira?

Este é um livro muito forte, com vários sobressaltos pelo meio e um fim que poderá surpreender muitos leitores. Tal como fui aconselhada a ler, aconselho também a que o leiam.

Se quiserem ver outras boas leituras que fiz, cliquem no link!

Boas Leituras!

Qual a vossa opinião?

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d bloggers like this: